Cirurgia de reconstrução das mamas



Na maioria dos casos, se as condições clínicas da paciente forem favoráveis, é possível fazer a reconstrução das mamas na mesma cirurgia para a retirada de parte da mama (mastectomia) ou dela inteira. Em algumas situações é recomendado esperar que terminem os tratamentos de quimio ou radioterapia para que a reconstrução seja feita – assim é prezada a saúde da paciente e garantido um melhor resultado.

Existem diferentes técnicas para reconstrução das mamas, e elas dependem da quantidade de mama retirada, do tamanho da mama das condições da paciente. Quando grande parte da gordura e pele da região for preservada, é possível apenas usar uma prótese de silicone para chegar a um bom resultado. Se isso não for possível, há outras opções:


– TRAM (Transverse Rectus Abdominus Myocutaneous). Nessa técnica o cirurgião retira parte do tecido excedente na região abaixo no umbigo e transfere para o local da mama, dando o formato de um novo seio.

– A mama também pode ser reconstruída com parte do tecido das costas. Nesse caso é retirada parte do músculo grande dorsal (perto da altura do sutiã) e de pele para substituir o tecido da mama.

– Outra alternativa é o uso de uma prótese expansora. Ela é colocada na mama e inflada semanalmente com soro fisiológico. Isso vai levando lentamente à expansão da pele até o momento em que ela possa ser substituída por uma prótese de silicone.


E nos casos em que apenas uma das mamas está doente? Em grande parte dos casos é isso o que acontece, e muitas vezes a opção para garantir a simetria delas é operar também a outra mama. Isso, claro, somente é feito se for o desejo da paciente. Às vezes a outra mama apresenta caimento, muito ou pouco volume, então a operação pode ser uma opção para deixá-las com o mesmo tamanho e formato.


A recuperação, em geral, é o mesmo tempo da mastectomia, cerca de 15 dias. Nos casos do uso de tecido do abdômen ou costas é um pouco mais longo, de 3 a 4 semanas.


Apesar de a mama não ficar como antes, o resultado pode ser bastante satisfatório (muitas mulheres ficam mais satisfeitas do que antes da cirurgia). Dependendo de cada situação pode haver a presença de cicatrizes pela mama.

Porém, o que importa nessa situação é o impacto positivo na autoestima das pacientes, que podem recuperar o orgulho pelo próprio corpo, além da retirada de tumores.










#reconstrução #mamas #cirurgia #recuperação #mulheres #autoestima #mastectomia #quimio #tratamentos

Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.